quarta-feira, 16 de março de 2011

Amor de meninos

Cosme saiu de Madre de Deus, cidadela no interior da Paraíba, para namorar Pedro, morador da Grande São Paulo. Ambos se conheceram numa sala de bate papo, na internet. Mas foi na sala de estar do apartamento de Pedro que deram o primeiro beijo.

O paranaense Oslênio– que, de longe, detesta seu nome e prefere ser chamado de Bruno – trouxe Fernando, de Matão, no interior da capital, para viver a historia de amor, originária duma balada. Seis anos depois de casados, Oslênio pegou o companheiro atracado com outro, sob flashes da música Can get you out of my head, de Kylie Minogue. A justificativa de Fernando foi que o namorido não lhe dava a atenção necessária. Um ano depois, voltaram, escrevendo a trajetória amorosa por mais seis meses.

Matheus viveu um tórrido romance virtual com Douglas, sem sequer sair de seu quarto, em Limeira. Inventou ao pretendente viagem à Espanha e vida que não pertencia à sua realidade. Douglas, depois de um ano, descobriu a farsa. Matheus tratou de reparar as mentiras saindo do interior, ao menos uma vez por mês, para recuperar a confiança e amor de Douglas.

O que há de comum nessas histórias, senão o fato delas serem protagonizadas por casais homossexuais? Todas elas envolvem a distância, o deslocamento de rapazes que buscaram noutra cidade, além de outros rapazes, o sonho – muitas vezes, breve – de efetivar, o que até então, se resume num mero ensejo, ou uma ilusória idealização virtual.
Serão estas as três próximas postagens deste blog. Aguardem!!!

3 comentários:

Tiêgo R. Alencar disse...

Aguardando ansiosamente a postagem de cada uma das histórias! Fiquei curioso!

Beijo :*

Karol Coelho disse...

Eu também aguardo, querido!!
Conseguiu me deixar curiosa! rs

Beijo, beijo.

●๋• тнαi иαรciмєитσ disse...

Ui Ui...
E minha curiosidade atiçada.